Custos e despesas fixos

Os gastos fixos, conhecidos também como custo de estrutura, são aqueles que, em condições estruturais normais, independem do nível de atividade da empresa, a exemplo das despesas ou custos de aluguel, contabilidade, etc.
Em relação ao volume de produção ou da prestação dos serviços, os custos podem ser classificados em fixos e variáveis. Esta classificação é fundamental quando utilizamos o sistema de custos variável, não havendo a necessidade de rateios.
No livro e no sistema Honorários Contabeis trabalhamos com a margem de contribuição, que deverá no seu total, ser suficiente para cobrir os custos e despesas fixos e ainda sobrar o lucro.

 

Custos fixos ou indiretos

São gastos que embora estejam relacionados ou mesmo sejam indispensáveis a produção dos serviços não podem ser diretamente alocados ao custo específicos de determinado serviço. Em regra esses valores não variam com os serviços produzidos.

 

Exemplos custos fixos no escritório contábil:

  • Aluguel do escritório
  • Consumo de energia
  • Gastos com internet
  • Gastos com telefone
  • Manutenção de sistemas

 

Despesas fixas ou indiretas 

São gastos que não estão relacionados, nem são indispensáveis a produção dos serviços. Assim, as despesas fixas ou indiretas são gastos efetuados com a administração, o comercial e o financeiro da empresa contábil. Em regra esses valores não variam com os serviços produzidos.

 

Exemplos despesas fixas no escritório contábil:

  • Despesas com pessoal de apoio administrativo
  • Despesa com salario fixo do comercial e marketing
  • Gastos com cobrança
  • Despesas pessoal do departamento financeiro
Compartilhe

Contate-nos

Será um prazer atender você